Lidar com a ansiedade. Lidando com Praga. Sabedoria de fontes judaicas

Lidando com Ansiedade

וַיַּ֣רְא הָעָ֔ם כִּֽי־בֹשֵׁ֥שׁ מֹשֶׁ֖ה לָרֶ֣דֶת מִן־הָהָ֑ר וַיִּקָּהֵ֨ל הָעָ֜ם עַֽל־אַהֲרֹ֗ן וַיֹּאמְר֤וּ אֵלָיו֙ ק֣וּם ׀ עֲשֵׂה־לָ֣נוּ אֱלֹהִ֗ים אֲשֶׁ֤ר יֵֽלְכוּ֙ לְפָנֵ֔ינוּ כִּי־זֶ֣ה ׀ מֹשֶׁ֣ה הָאִ֗ישׁ אֲשֶׁ֤ר הֶֽעֱלָ֙נוּ֙ מֵאֶ֣רֶץ מִצְרַ֔יִם לֹ֥א יָדַ֖עְנוּ מֶה־הָ֥יָה לֽוֹ׃

Quando o povo viu que Moishe demorava para descer do monte, se reuniu perante Aharon e disse: “Venham! Nos faça um elohim que vá adiante de nós, pois aquele homem - Moshe - que nos trouxe da terra do Egito - já não sabemos o que aconteceu com ele.

Que "elohim" corremos o risco de criar, em nosso tempo de incerteza? Que "elohim" vocês já veem pessoas criando?

דְּאָגָ֣ה בְלֶב־אִ֣ישׁ יַשְׁחֶ֑נָּה וְדָבָ֖ר ט֣וֹב יְשַׂמְּחֶֽנָּה׃

A ansiedade [iash'hena] no coração o faz pesar, mas uma palavra amável o anima.

(משלי יב, כה) דאגה בלב איש ישחנה רבי אמי ורבי אסי חד אמר ישחנה מדעתו וחד אמר ישיחנה לאחרים

§ A Guemará explica outro verso em Mishlei: A ansiedade [iash'hena] no coração o faz pesar... (Mishlei 12:25). O rabino Ámi e o rabino Ássi disputavam opiniões sobre o significado do verso. Um dizia: A pessoa deve se forçar [ias'hena] a tirar isso da mente. Isto é, aquele que cultiva preocupações, deve banir suas preocupações da mente. E o outro dizia: O sentido é que a pessoa deve conversar sobre [iessiḥena] com outras pessoas sobre suas preocupações, e isto diminuirá sua ansiedade.

Como devemos afastar a ansiedade? Qual é a maneira saudável de fazer isso? E quando devemos conversar com outras pessoas sobre nossas preocupações?

אל תצר צרת מחר כי לא תדע מה ילד יום שמא מחר בא ואיננו נמצא מצטער על העולם שאין שלו

מנע רבים מתוך ביתך ולא הכל תביא ביתך רבים יהיו דורשי שלומך גלה

A Guemará cita declarações adicionais do livro de Ben Sirá: Não sofra por causa dos problemas de amanhã, ou seja, não se preocupe com problemas que possam surgir no futuro, pois você não sabe o que o dia trará. Talvez quando o amanhã chegar, o indivíduo que estava tão preocupado nem estará entre os vivos e, consequentemente, ficou chateado com um mundo que não era mais dele. Então, impeça a multidão (o público) dentro de sua casa. Não permita que muitas pessoas entrem, e nem traga todos os seus amigos para dentro de sua casa. Certifique-se, no entanto, que a multidão busque seu bem-estar e que você tenha muitos aliados.

Texto A: Por que a morte é a única razão para não se preocupar com o futuro?

Texto B: O valor desse conselho hoje é claro. Mas, qual é o valor disso em tempos normais? Por que esses textos estão próximos um do outro no Talmud? Como eles podem estar relacionados?

כתיב דואג וכתיב דוייג אמר ר' יוחנן בתחילה יושב הקב"ה ודואג שמא יצא זה לתרבות רעה לאחר שיצא אמר ווי שיצא זה

§ Está escrito em um verso: “Doeg, o edomi” (Shmuel Alef 22: 9), e está escrito em outro verso: “E o rei disse a Doieg” (Shmuel Alef 22:18). O rabino Ioḥanan diz ao explicar a discrepância: Inicialmente, o Santo, Bendito seja, sentou-se e ficou preocupado ["sentido da expressão" doeg] de que talvez essa pessoa se desviasse para seguir um caminho maligno. Depois que ele seguiu [de fato] nesse caminho, a Divindade considerou: Infelizmente, essa pessoa saiu para seguir um caminho maligno.

Ao contrário dos textos anteriores que nos aconselham a não se preocupar, este texto fala do possível valor da ansiedade. Qual é esse valor?

SAÚDE PÚBLICA

צָרִיךְ לִזָהֵר מִלִּתֵּן מָעוֹת בְּפִיו, שֶׁמָּא יֵשׁ עֲלֵיהֶן רֹק יָבֵשׁ שֶׁל מֻכֵּי שְׁחִין. וְלֹא יִתֵּן פַּס יָדוֹ תַּחַת שֶׁחְיוֹ, שֶׁמָּא נָגַע יָדוֹ בִּמְצֹרָע אוֹ בְּסַם רָע. וְלֹא יִתֵּן כִּכַּר לֶחֶם תַּחַת הַשֶּׁחִי, מִפְּנֵי הַזֵּעָה. וְלֹא יִתֵּן תַּבְשִׁיל וְלֹא מַשְׁקִים תַּחַת הַמִּטָּה, מִפְּנֵי שֶׁרוּחַ רָעָה שׁוֹרָה עֲלֵיהֶם. וְלֹא יִנְעֹץ סַכִּין בְּתוֹךְ אֶתְרוֹג אוֹ בְּתוֹךְ צְנוֹן, שֶׁמָּא יִפֹּל אָדָם עַל חֻדָּהּ, וְיָמוּת. הַגָּה: וְכֵן יִזָּהֵר מִכָּל דְּבָרִים הַמְּבִיאִים לִידֵי סַכָּנָה, כִּי סַכַּנְתָּא חֲמִירָא מֵאִסּוּרָא, וְיֵשׁ לָחוּשׁ יוֹתֵר לִסְפֵק סַכָּנָה מִלִּסְפֵק אִסּוּר (ב''י בְּשֵׁם הש''ס). וְלָכֵן אָסְרוּ לֵילֵךְ בְּכָל מְקוֹם סַכָּנָה כְּמוֹ תַּחַת קִיר נָטוּי אוֹ יְחִידִי בַּלַּיְלָה (שָׁם), וְכֵן אָסְרוּ לִשְׁתּוֹת מַיִם מִן הַנְּהָרוֹת בַּלַּיְלָה אוֹ לְהַנִּיחַ פִּיו עַל קִלּוּחַ הַמַּיִם לִשְׁתּוֹת, כִּי דְּבָרִים אֵלּוּ יֵשׁ בָּהֶן חֲשַׁשׁ סַכָּנָה (רַמְבַּ''ם). וּמִנְהָג פָּשׁוּט שֶׁלֹּא לִשְׁתּוֹת מַיִם בִּשְׁעַת הַתְּקוּפָה, וְכֵן כָּתְבוּ הַקַּדְמוֹנִים, וְאֵין לְשַׁנּוֹת (אַבּוּדַרְהַם וּמָרְדְּכַי ס''פ כָּל שָׁעָה רוֹקֵחַ סִימָן ער''ה וּמַהֲרִי''ל וּמִנְהָגִים). עוֹד כָּתְבוּ שֶׁיֵּשׁ לִבְרֹחַ מִן הָעִיר כְּשֶׁדֶּבֶר בָּעִיר, וְיֵשׁ לָצֵאת מִן הָעִיר בִּתְחִלַּת הַדֶּבֶר, וְלֹא בְּסוֹפוֹ (תְּשׁוּבַת מהרי''ל סי' ל''ה). וְכָל אֵלּוּ הַדְּבָרִים הֵם מִשּׁוּם סַכָּנָה, וְשׁוֹמֵר נַפְשׁוֹ יִרְחַק מֵהֶם וְאָסוּר לִסְמֹךְ אַנֵּס אוֹ לְסַכֵּן נַפְשׁוֹ בְּכָל כַּיּוֹצֵא בָּזֶה. וְעַיִּןִ בְּחוֹשֶׁן מִשְׁפָּט סִימָן תכ''ז.

É preciso abster-se de colocar moedas na boca, para que não fique coberto com saliva seca, dos que sofrem com furúnculos. Não se deve colocar a palma da mão na axila, caso tenha tocado [agluém] "metzorá" ou num veneno nocivo. Nem se deve colocar um pedaço de pão debaixo da axila, por causa do suor. Não se deve colocar um item cozido ou bebidas, embaixo da cama, pois um rua'h ra'ah estaria sobre eles. Não se deve enfiar uma faca em um etrog (cidra) ou rabanete, para que alguém não caia [acidentalmente] sobre ele [sem ver a lâmina] e morra. [Comentário] Hagah: Da mesma forma, se deve tomar cuidado com todas as coisas que causam perigo, porque o perigo é mais rigoroso que as transgressões, e deve-se ter mais cuidado com um perigo incerto, do que com um pecado incerto / ou ação proibida. Eles [os sábios] também proibiram ir a lugares perigosos, como debaixo de um muro [que esteja] inclinado, ou [mesmo sair] sozinhos à noite. Eles também proibiram beber água dos rios à noite, ou colocar a boca em um fluxo de água e beber [sem antes colocar num recipiente], porque esses assuntos têm uma preocupação relacionado ao perigo. É costume generalizado então, não beber água durante o equinócio, e os primeiros [sábios] escreveram isso e [seus conselhos] não devem ser alterados. Eles também escreveram para fugir da cidade, quando houver uma praga na[quela] cidade, e deve-se sair [logo] no início da praga e não no final. E todas essas coisas são [ditas] por causa do perigo, e uma pessoa que guarda sua néfesh se distancia delas, é proibido confiar em um milagre [e isso] em todos esses assuntos.

Em nosso contexto, qual é a distinção entre um "perigo" e um "pecado"? O que pensamos desses rabinos (rigorosos) que fazem a distinção entre os dois?

אלו דברים צריך נטילה במים. הקם מהמטה והיוצא מבית הכסא. ומבית המרחץ. והנוטל צפורניו. והחולץ מנעליו. והנוגע ברגליו. והחופף ראשו וי"א אף ההולך בין המתים. ומי שנגע במת. ומי שמפליא כליו. והמשמש מטתו. והנוגע בכנה. והנוגע בגופו בידו. ומי שעשה אחת מכל אלו ולא נטל אם ת"ח הוא תלמודו משתכח. ואם אינו ת"ח יוצא מדעתו:

As seguintes coisas exigem lavagem das mãos com água [em seguida]: quem se levanta da cama, quem sai do banheiro ou quem sai da casa de banho. Quem corta as unhas, quem tira os sapatos, quem toca os pés ou até quem lava os pés, dizem alguns: Também quem esteve entre os mortos (visitou um ceritério), ou que tocou nos mortos (trabalha num necrotério), quem limpa as [próprias] roupas dos piolhos, quem tiver relações sexuais, quem tocar num piolho ou tocar o corpo com a mão. Qualquer um que faça alguma dessas coisas e não lavar as mãos, se ele for um estudioso, seus estudos são esquecidos, e se ele não for um estudioso, ele fica insano.

Como podemos interpretar as consequências que este texto sugere sobre as pessoas que não lavam as mãos?

וַיְדַבֵּ֥ר יְהוָ֖ה אֶל־מֹשֶׁ֥ה לֵּאמֹֽר׃ צַ֚ו אֶת־בְּנֵ֣י יִשְׂרָאֵ֔ל וִֽישַׁלְּחוּ֙ מִן־הַֽמַּחֲנֶ֔ה כָּל־צָר֖וּעַ וְכָל־זָ֑ב וְכֹ֖ל טָמֵ֥א לָנָֽפֶשׁ׃ מִזָּכָ֤ר עַד־נְקֵבָה֙ תְּשַׁלֵּ֔חוּ אֶל־מִח֥וּץ לַֽמַּחֲנֶ֖ה תְּשַׁלְּח֑וּם וְלֹ֤א יְטַמְּאוּ֙ אֶת־מַ֣חֲנֵיהֶ֔ם אֲשֶׁ֥ר אֲנִ֖י שֹׁכֵ֥ן בְּתוֹכָֽם׃ וַיַּֽעֲשׂוּ־כֵן֙ בְּנֵ֣י יִשְׂרָאֵ֔ל וַיְשַׁלְּח֣וּ אוֹתָ֔ם אֶל־מִח֖וּץ לַֽמַּחֲנֶ֑ה כַּאֲשֶׁ֨ר דִּבֶּ֤ר יְהוָה֙ אֶל־מֹשֶׁ֔ה כֵּ֥ן עָשׂ֖וּ בְּנֵ֥י יִשְׂרָאֵֽל׃ (פ)

Hashem disse a Moshe: Ordene ao povo de Israel que expulse do acampamento toda pessoa com tzara'at, ou com fluxo ou que estiver ritualmente impura por ter tocado em um cadáver. Mandem para fora o homem e a mulher; coloquem-nos para fora do acampamento, para que não maculem o acampamento onde habito entre vocês. O povo de Israel colocou-os para fora do acampamento - fez o que o HaShem havia dito a Moshe

Quando deixar as pessoas fora do acampamento, não é mais suficiente?

ת"ר דבר בעיר כנס רגליך שנאמר ואתם לא תצאו איש מפתח ביתו עד בקר ואומר (ישעיהו כו, כ) לך עמי בא בחדריך וסגור דלתיך בעדך ואומר (דברים לב, כה) מחוץ תשכל חרב ומחדרים אימה מאי ואומר וכי תימא ה"מ בליליא אבל ביממא לא תא שמע לך עמי בא בחדריך וסגור דלתיך

Caso você precise: "O Talmud ensina: "Os Sábios ensinaram, se houver praga na cidade, junte seus pés! - ou seja, limite o tempo que você passa fora de casa, como está indicado no verso: E nenhum de vocês sairão da entrada de sua casa até o amanhecer.” E está escrito em outro verso:“ Venha, povo meu, entre em seus aposentos e feche suas portas! Escondam-se por um momento, até que a ira passe (Ieshaiahu 26:20)"

Por que é tão difícil nos colocarmos em quarentena quando, aparentemente, estamos nisso há milhares de anos?

ותניא כל עיר שאין בה עשרה דברים הללו אין תלמיד חכם רשאי לדור בתוכה בית דין מכין ועונשין וקופה של צדקה נגבית בשנים ומתחלקת בשלשה ובית הכנסת ובית המרחץ וביהכ"ס רופא ואומן ולבלר (וטבח) ומלמד תינוקות משום ר' עקיבא אמרו אף מיני פירא מפני שמיני פירא מאירין את העינים:

E isso é ensinado numa baraita: Um estudioso da Torá não pode residir em nenhuma cidade, que não possua essas dez coisas: Um tribunal que tenha autoridade para açoitar e punir transgressores; e um fundo de caridade para o qual o dinheiro seja coletado por duas pessoas e distribuído por três (ou seja, que haja generosidade), conforme exigido pelo halahá. Isso leva a um requisito para mais três pessoas na cidade. [Outro requisito] Uma sinagoga; e uma casa de banhos [públicos]; e banheiros públicos; médicos e quem faça sangria; e um escriba [velavlar] para registrar pergaminhos sagrados e documentos necessários; e um matadouro ritual; um professor de crianças. Com esses requisitos adicionais, há um mínimo de 120 homens que devem ser residentes na cidade. Eles disseram [isso] em nome do rabino Akiva: A cidade também deve ter variedades de frutas, porque variedades de frutas iluminam os olhos.

O que as "variedades de frutas" têm a ver com o restante do texto? O que isso tem a ver com a nossa situação atual?